domingo, 22 de novembro de 2009

Vamos começar a discussão sobre EAD?????

ESTUDO DE CASO



                         O professor Antunes da Escola Superior de Educação de Vidago de Baixo foi autor do material didático de um dos módulos do Curso de Técnico de Enfermagem. O módulo já foi aplicado aos alunos da primeira turma e os resultados não foram nada animadores. Os tutores relataram que grande número dos alunos desistiu do módulo, com o argumento que não estavam entendendo nada. Os que não desistiram, não conseguiram boas notas. A argumentação apresentada foi que a explicação dos conteúdos não era esclarecedora e que não estava adequado à realidade. Um dos alunos foi bem acutilante nas críticas, afirmando: “As ilustrações eram de má qualidade e serviam apenas para enfeitar”. O Diretor do Núcleo de Educação a Distância, não ficou nada satisfeito com a situação e questionou como esse material chegou às mãos dos alunos, sem ter sido corrigido antes?
                      Quais os motivos que podem ter levado os alunos a desistir do curso e a não conseguir ter o aproveitamento esperado? No que estaria o Diretor do NEAD pensando, ao realizar aquele questionamento?
                      Para tentar evitar que a situação se repita o Diretor do Núcleo de Educação a Distância constituiu uma equipe de trabalho, responsável pela elaboração de uma lista de análise do material didático, de modo a que ele contemple alguns dos pormenores considerados essenciais para garantir a sua qualidade. Que itens poderão ser incluídos nessa lista?
                  O professor Antunes, reconheceu que o material poderá ter algumas lacunas, mas que o insucesso dos alunos e o elevado índice de desistências, não eram só resultado do seu trabalho.
                 No que estaria o professor Antunes a pensar, quando tentou encontrar outra explicação para os problemas do curso?

Nenhum comentário:

Postar um comentário